26 de nov de 2012

O que toda mulher inteligente deve saber


Abaixo um trecho de O que toda mulher inteligente deve saber (Steven Carter e Julia Sokol). O livro completo está aqui.


"As mulheres inteligentes sabem que nenhuma mulher nasce inteligente.
As mulheres inteligentes também sabem que é possível aprender a ser inteligente de duas maneiras - a maneira difícil e a maneira fácil.

Em sua maioria, as mulheres inteligentes se tornam inteligentes da maneira difícil, isto é, através de experiências pessoais que deixam cicatrizes — recordações dolorosas de noites de insônia, lágrimas, incertezas, raiva, insegurança e ansiedade. Elas aprendem sobre a vida, sobre o amor e sobre os relacionamentos, mas pagam um preço muito alto por essa sabedoria.
Nós temos certeza de que existe uma  maneira mais fácil para uma mulher se tornar inteligente — uma maneira mais fácil de aprender a ser sábia ao lidar com os relacionamentos e não precisar passar por experiências traumáticas que muitas vezes acompanham a aquisição desse conhecimento. Como? 

Simplesmente ouvindo e assimilando as experiências de outras mulheres. Sabedoria sem sofrimento, compreensão sem angústia, descobertas sem melodrama — é disto que trata este livro.
As mulheres mais inteligentes sabem que não precisam sofrer para se tornarem inteligentes.Uma mulher inteligente sabe que o seu bem mais valioso é a consciência de si mesma.

Se uma mulher quiser se tornar inteligente, ela precisa compreender o que isso significa. Vejamos, por exemplo, o caso da Debra. Embora seja inteligente, culta, criativa, espirituosa e organizada, ela ainda não sabe muito bem como conduzir a sua vida pessoal. Na realidade, ela seria a primeira a dizer que, quando inicia um relacionamento, é grande a chance de "deixar a cabeça" na porta de entrada. Debra diz que no correr da vida foram inúmeras as vezes em que perdeu de vista o seu eu e as suas metas. Assim como muitas outras mulheres, ela aprendeu que: uma mulher pode ser brilhante mas não saber se proteger 
em seus relacionamentos; uma mulher pode ser muito bem-sucedida em sua carreira e mesmo assim sentir-se atraída pelas qualidades erradas de um homem; apesar de ser muito talentosa, uma mulher pode não ser emocionalmente inteligente. Por que isso acontece? Porque saber lidar com a vida, com o amor e com 
os relacionamentos é muito diferente de ser um gênio em física nuclear.

Então quais são as qualidades básicas que tornam uma mulher 
realmente inteligente e lhe dão as melhores oportunidades de ser pessoal e emocionalmente feliz?


Uma mulher inteligente sabe que ser inteligente significa:

• Manter-se racional.
• Deixar sua inteligência controlar suas emoções, e não o inverso.
• Confiar mais em seus valores do que em seus hormônios.
• Escolher relacionamentos que a façam feliz e permitam que ela cresça.
• Procurar e acolher pessoas otimistas e encorajadoras.
• Manter distância de relacionamentos que significam p-r-o-b-l-e-m-a.
• Afastar-se de pessoas que tentam controlá-la ou a façam sofrer.

Em um relacionamento, uma mulher inteligente sabe que precisa desenvolver uma visão realista daquilo... 
...que deve dar a um parceiro. 
...que pode esperar de um parceiro.

E, mais importante do que tudo, uma mulher inteligente jamais se esquece de que ela é uma pessoa especial, com ou sem um homem em sua vida."

Nota - eu mesma não concordo 100%, pois acho que as mulheres não aprendem simplesmente com as experiências e relatos das amigas. Muitas vezes, temos que passar por determinada coisa para entender como lidar com ela.
Mesmo assim, achei a leitura bem interessante e acredito que dê pra tirar boas reflexões...

Beijos, 

Fêmea Alfa

Nenhum comentário:

Postar um comentário