31 de out de 2012

Depois do pé na bunda (I)

Você tomou um pé, um passa fora. Seu relacionamento, qualquer que tenha sido ou quanto tenha durado, acabou.


Eu sei, a dor chega a ser física e parece insuportável, mas uma certeza eu tenho - todo mundo vai  passar por isso ou algo parecido - Todo mundo vai sofrer por amor. É fato! E também vai aprender com isso (assim espero).
Quem não vivenciou, não entende. Quem já, percebeu que deixa de ser importante ao longo do tempo e às vezes resulta até mesmo em risos.
Meus conselhos aqui, são pra quem se encontra, neste momento, sofrendo.

Você não deixa de amar alguém da noite para o dia (infelizmente, pois neste caso seria bem mais fácil!).
Antes de qualquer coisa, dirija seu pensamento totalmente a estes textos e leia-os quantas vezes forem precisas.

Entendo que tudo o que dizem parece não adiantar, mas levante a cabeça e preste atenção! As dicas são eficazes.

- Não entre em contato com ele: Sob hipótese alguma isto pode acontecer. Simplesmente aceite o que foi decidido. Esta é a pior e mais difícil fase - os primeiros dias.
Você ficará indignada e desesperada, pensando em mil motivos, que, em sua maioria, não existem.
Bom, pense o que for, quebre tudo o que for preciso, mas não vá atrás dele! E também não coloque no Facebook status como "triste e perdida" ou "por que meu Deus?", entre outros do mesmo tipo.
Na verdade, o ideal é que você se comunique somente com as pessoas mais queridas e esqueça as Redes Sociais. Ah! Apague o telefone dele da sua agenda e queime as coisas que ele deixou com você (ok, pode pedir para alguém devolver ou doar para alguma instituição).
Isso é sério e importante - Evite o contato! Se você passar por esta fase, as outras serão mais fáceis.
Cuidado, pois existem muitas mulheres que ficam aqui eternamente...indo e vindo...Não faça isso com você mesma. Tenha amor próprio!

O post continua...Leia aqui o II e o III

Nenhum comentário:

Postar um comentário